Desenvolvido por Miss Lily Comunicação
Quem Somos Assine Já Fale Conosco FAQ Meus Dados Fazer Login
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Delicious Blogger WordPress Enviar por e-mail
  Home
ENGENHARIA DE ALIMENTOS
 

O que faz:

Estuda e pesquisa a fabricação, a preservação, o armazenamento e o transporte de produtos alimentícios industrializados. Seu trabalho inclui a elaboração do projeto industrial e a seleção das matérias-primas a serem utilizadas. Acompanha a transformação industrial destas matérias-primas básicas (leite, carnes, cereais, legumes, verduras e frutas), supervisionando seu manuseio. Analisa as diferentes substâncias usadas no processo de industrialização, avaliando o teor nutritivo do produto final. Seu objetivo é melhorar o padrão de alimentação da população.


Campo de trabalho:

Automação de Processos - Atua na implantação de automação na linha de produção dos alimentos, definido as condições de processamento.



Controle de Qualidade - Acompanhamento do processo industrial, supervisão da fabricação e implantação de sistemas de controle de qualidade.



Marketing e Vendas - É o elo de ligação entre a indústria e os consumidores, sendo o profissional desta área responsável pelos sistemas de informação sobre o produto (dados técnicos escritos na embalagem) e pela orientação de testes que visam verificar a sua aceitação no mercado. Também atua na área de vendas.



Normas e Padronização - É responsável pela definição e pelo controle do padrão de qualidade do produto; fiscalização, desenvolvimento e registro de novos produtos.



Pesquisa e Desenvolvimento - Criação de novos produtos; aperfeiçoamento dos já existentes.



Planejamento e Projeto Industrial - Análise e definição das tecnologias e processos industriais mais adequados para cada produto; estudo da viabilidade técnica e econômica de um projeto, definindo equipamento, instalações e recursos para sua implantação.



Produção - Coordenação do sistema de produção, o que significa definir os processos mais adequados para a industrialização, acondicionamento,
conservação e estocagem do produto.


Regulamentação:

Lei 5194 de 14/12/1966. As atribuições do profissional foram determinadas pela Resolução 218 de 29/06/1973 do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CONFEA).


Duração:

5 anos, incluindo um estágio supervisionado obrigatório.


Conteúdo:

As disciplinas de Matemática, Física e Processamento de Dados são predominantes no início do curso, além de Química e Biologia, que são aprofundadas ao longo de todo o período escolar. Aulas de laboratório permitem ao aluno familiarizar-se com as tecnologias de transformação industrial de matérias-primas e as técnicas de conservação de produtos, aproveitamento de subprodutos e tratamento de resíduos. O currículo inclui, ainda, matérias ligadas à Economia e à Administração.


Titulação: Engenheiro de Alimentos.

Salário médio: R$ 1800,00


 
Cursos para esta profissão

Arquitetura e urbanismo

 



 

Banco de Questões
Novas questões de Exatas
87 de Física, 334 de Química e 330 de Matemática