Desenvolvido por Miss Lily Comunicação
Quem Somos Assine Já Fale Conosco FAQ Meus Dados Fazer Login
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Delicious Blogger WordPress Enviar por e-mail
  Home

 
A França de Chirac
 

A França de Chirac

Como esperado, em 5 de maio, Jacques Chirac foi eleito presidente da França, conquistando 82% dos votos e derrotando com facilidade o candidato ultradireitista, Jean-Marie Le Pen. No dia seguinte às eleições, Chirac nomeou Jean-Pierre Raffarin como primeiro-ministro de um governo provisório, aguardando as eleições parlamentares que estão ocorrendo agora em junho.

Apesar da vitória esmagadora do presidente, as últimas eleições da França foram mais uma rejeição a Le Pen que uma demonstração de apoio a Chirac. A prova disso é que no primeiro turno de eleições, Chirac conquistou apenas 19,9 % dos votos, enquanto Le Pen conquistou 16.9 % dos eleitores. A vitória de Chirac no segundo turno pode ser atribuída ao eleitorado esquerdista do país, que repeliu absolutamente as visões e políticas xenofóbicas e extremamente conservadoras de Le Pen. Referindo-se às iminentes eleições parlamentares na França, Dominique Chagnollaud, diretor do Centro de Estudos Políticos e Constitucionais de Paris, declarou: "Chirac foi eleito graças à esquerda. Ele agora terá que ser reeleito pela direita". Isto significa que, apesar de reeleito como presidente do país, Chirac precisará que seu partido controle o Parlamento para poder governar melhor a França. Seu partido de direita é a União para a República (Gaullist RPR - Rassemblement pour la République).

O segundo turno de eleições parlamentares na França ocorrerá em 16 de junho. Caso a esquerda prevaleça, o papel de Chirac como presidente pode tornar-se meramente simbólico. É por isso que ele e seu partido estão tentando formular uma política de governo que atrairá eleitores de esquerda, assim como os de extrema direita que foram tentados a votar em Le Pen nas últimas eleições presidenciais.

Jaques Chirac deve ter forte apoio do eleitorado de centro da França. Enquanto a extrema-direita demonstrou força surpreendente durante as eleições presidenciais, os socialistas rumaram ainda mais para a esquerda e adotaram um novo programa que promete, entre outras coisas, aumentar o salário mínimo, lançar impostos sobre o fluxo de capital internacional, e encerrar com toda e qualquer privatização de serviços públicos.

O partido de Chirac, que representa o estabelecimento da direita política na França, tem esperança de conquistar assentos suficientes no parlamento do país para que o presidente possa governar de forma mais eficiente. Com a sociedade francesa tornando-se mais polarizada, há a preocupação de que o parlamento represente esta divisão da sociedade. Porém, existe uma grande possibilidade que grande parte da França rejeite a radicalização tanto dos socialistas como do partido extremista e racista de Le Pen. Caso isto aconteça, as iminentes eleições parlamentares na França podem provar que a nação escolheu genuinamente Jaques Chirac como seu líder.

 


Ver Próximo Artigo: A Organização das Nações Unidas
 
Apostilas


 

Banco de Questões
Novas questões de Exatas
87 de Física, 334 de Química e 330 de Matemática